14 maio 2008

Roma

ROMA
A Roma antiga foi uma civilização fundada na península itálica durante o século VIII a.C. Durante os seus doze séculos de existência, a civilização romana transitou da monarquia para a república oligárquica até se tornar um grande império que dominou a Europa Ocidental e ao redor de todo o Mar Mediterrâneo através da conquista e assimilação cultural. Entretanto vários fatores sócio-políticos causaram o declínio, dividindo o império em dois: A metade Ocidental - que entrou em colapso no século V dando origem mais tarde a vários reinos independentes e a metade oriental - governada à partir de Constantinopla passando mais tarde a ser referida como Império Bizantino( 476 a.c).
A mitologia romana representava formas de explicação da realidade, os quais não conseguiam explicar cientificamente. No começo os romanos acreditavam em vários deuses, mas depois adotaram o cristianismo.
A arte romana sofreu três grandes influências: etruscas (na técnica), grega (decoração) e oriental (monumental).
Roma foi um estado totalmente militarista cuja história e o desenvolvimento sempre foram muito relacionados as grandes conquistas do seu exército. A maior prova do potencial militar foi a sua surpreendente expansão territorial, passando de uma simples cidade-estado para um vasto império.


Vestuário

Roma recebeu influências gregas no seu vestuário. A TOGA, sua principal vestimenta, se assemelha ao HIMATION. Os romanos usavam a túnica e por cima a toga, que era extremamente volumosa e denunciadora do status social. O tamanho e a cor diferenciavam a condição de prestígio ou a função do usuário. Pessoas mais simples como os trabalhadores, plebeus, escravos e até mesmo os soldados do exército, muitas vezes só usavam a túnica.
Existiam diferentes tipos de togas conforme a função social e a idade:
* A toga viril era utilizada pelos meninos dos 14 aos 17 anos, de tecido branco e muito simples usadas em ocasiões formais;
*A partir dos 17, os rapazes usavam a toga virilis, o que significava a entrada na vida adulta e o começo do uso era marcado por uma cerimônia;
* a pueril era igualmente branca mas mais curta.

Debaixo das togas os homens usavam uma túnica de linho. Outra túnica usada e muito interessante era a brilhante, na qual eles passavam sobre o tecido um giz branco que a deixava com esse efeito. Era usada pelos candidatos a cargos públicos para chamar a atenção nos discursos. Havia ainda a toga praetexta, que possuía uma tira na cor púrpura em sua borda e era usada por alguns magistrados, pelo imperados em ocasiões especiais e pelos pré-adolescentes. A indumentária era tão normalizada que infringir suas regras era crime.

Tipos de túnica:
* Cândida: candidatos e cargos públicos;
* Sórdida: luto;
* Dalmática: com mangas (igreja);
* Palmata: bordada com palmos;
* Recta: para o casamento.


As mulheres usavam a túnica longa e algumas vezes usava com stola sobre( outro tipo de túnica onde a diferenciação está nas mangas). A peça usada pelas mulheres correspondente a toga era a pella, uma espécie de manto com o formato retangular. Os novos corantes e tecidos permitiam que as mulheres ricas de Romausassem estolas( uma peça sobreposta comprida e ampla) de algodão azul da Índia ou talvez de seda amarela da China.
Os romanos não tinham por hábito cobrir as cabeças, a não ser por ocasião de viagem, podendo assim colocar o petasus, um chapéu de abas largas ou usar o cucullus, tipo um capuz. Entre as mulheres existia o hábito de cobrir-se com a palla( um manto comprido que chegava até os pés) quando se deixava a casa. As viúvas usavam o ricinium, uma espécie de xale.

Cabelos penteados e decorados com tiaras de ouro, tecidos e presilhas.


Pênula: manto com capuz

Sabe-se pouco sobre as roupas de interior. As mulheres utilizavam uma faixa de linho no peito (mammilia) e uma colocada em volta dos rins ( subligaculum).

Intuala: tunica íntima;

Estola: de corte igual ao da túnica íntima, porém com mangas longas e amarradas de diversas maneiras;


Palla: manto para se jogar sobre os ombros;

Os materiais das joalharias mais utilizados eram: ouro, prata, predas preciosas e semi-preciosas, cobre, bronze e ferro. As mais apreciadas, no entanto eram as pérolas. Os símbolos mais usados eram: o cupido, aves e mitológicos.

Um comentário:

Marcela Capato disse...

Adorei! Seu blog está ajudando muito meu grupo, vamos apresentar um trabalho sobre algumas civilizações antigas e a parte de vestuário estava sendo bem difícil. Obrigada! =)